fbpx

As primeiras vendas no seu ecommerce

24.05.21

Você acabou de fazer seu ecommerce. O design ficou ótimo, as descrições dos produtos são excelentes e você configurou o gateway de pagamento perfeito. Você está oficialmente aberto para negócios.

Agora é só sentar e esperar que os pedidos cheguem, certo?

via GIPHY

Desculpe, mas conseguir essa primeira venda pode ser um desafio, mesmo com uma estratégia de marketing sólida.

Idealmente, você deseja começar a comercializar suas ofertas antes mesmo do lançamento de sua loja. No entanto, você pode seguir muitas das mesmas etapas para promover sua loja depois que ela estiver instalada e funcionando. Tudo que você precisa é um pouco de paciência e um entendimento de quais técnicas são mais eficazes e acessíveis.

Neste artigo, discutiremos 12 maneiras de obter a primeira venda com o seu ecommerce.
Vamos começar!?

1. Entre em contato com sua rede

As primeiras pessoas a saberem de sua empresa provavelmente serão familiares e amigos, e você pode solicitar a ajuda deles para conseguir a primeira venda. Se o seu produto realmente resolve um problema para qualquer pessoa em sua rede pessoal, venda as vantagens de comprar de você.

Isso não é muito diferente de promover para estranhos online. Para começar, peça aos seus familiares e amigos imediatos para experimentarem os seus produtos. Você pode até fornecer amostras grátis. Você também pode entrar em contato com sua rede pessoal em redes sociais como o Facebook e Instagram.

A chave aqui é conhecer seus produtos por dentro e por fora, estar ciente dos problemas que eles resolvem e vender às pessoas seus benefícios. Certifique-se de entrar em contato com todos os interessados e reserve um tempo para responder às suas perguntas.

2. Comece um blog, conteúdo é extremamente importante

Um blog oferece uma maneira de aumentar o conhecimento da marca e trazer novo tráfego para seu site. É também uma plataforma onde você pode expor melhor seus produtos ao seu público. Quanto mais visitantes você puder trazer para o seu site, maior será a probabilidade de você fazer uma venda.

Alguns exemplos de conteúdo que você pode criar em seu blog incluem:

  • Artigos que demonstram como atingir uma meta usando seus produtos;
  • Postagens resumidas que mostram suas melhores soluções para resolver um problema específico;
  • FAQs que respondem às perguntas que as pessoas que possam estar interessadas em seus produtos terão;

Para melhorar sua taxa de sucesso, você também vai querer fazer alguma pesquisa de palavras-chave. Trabalhar organicamente em algumas palavras-chave relevantes pode ajudar suas postagens a ter uma classificação mais elevada nos mecanismos de pesquisa.

3. Crie uma lista de assinantes de e-mail

O marketing por email é uma tática comprovada para aquisição e retenção de clientes. Isso significa que pode ser uma parte essencial de sua estratégia de marketing digital.

As inscrições para newsletters geralmente indicam interesse em sua marca. Portanto, uma lista de e-mail pode gerar vendas únicas e impulsionar compras repetidas de clientes cujo interesse você manterá ativo, enviando-lhes conteúdo relevante regularmente.

Ferramentas de automação de marketing podem ajudá-lo a criar e gerenciar seus próprios boletins informativos facilmente.

4. Solicite ajuda de influenciadores sociais

Como uma nova marca, é vital manter os custos baixos. Uma estratégia econômica para conseguir sua primeira venda é trabalhar com influenciadores – ou, para ser mais específico, microinfluenciadores.

Microinfluenciadores dão acesso a públicos pequenos e direcionados que já têm uma conexão com o influenciador e confiam nele. Esses influenciadores cultivam ativamente seguidores engajados e leais e podem apresentar seu produto a esse público com seu selo de aprovação.

Este é um investimento que vale a pena porque os custos envolvidos são normalmente baixos. Isso também significa que você pode trabalhar com vários influenciadores para alcançar públicos cada vez maiores à medida que seu orçamento aumenta.

O primeiro passo para começar com esse tipo de marketing é procurar influenciadores dentro do seu nicho, que tenham sincronia com sua marca e produto, falam a mesma linguagem e possuem um engajamento com pessoas que também são público para a sua marca. Você pode explorar contas relevantes nas redes sociais para localizar e mapear candidatos ou usar um banco de dados de influenciadores dedicado, como a Kuak.

5. Ofertas de anfitrião

Todo mundo adora coisas grátis. Quando você está apenas começando, pode usar esse simples fato a seu favor para criar consciência sobre sua empresa e seus produtos.

Hospedar concursos e brindes pode atrair a atenção necessária e ajudá-lo a construir a confiança de clientes em potencial. Você não precisa começar grande, nem precisa distribuir seus produtos mais caros. No entanto, você precisa estar disposto a oferecer alguns produtos iniciais de graça.

Brindes podem ajudar a gerar interesse em sua marca, pois você está chamando a atenção dos participantes e vencedores para suas ofertas pagas. Os participantes também podem compartilhar seus produtos ou informações sobre a oferta em si com seus amigos e redes.

6. Dê descontos

Ao contrário dos brindes, os descontos não exigem que você dê seus produtos totalmente de graça. Além disso, os descontos podem tornar mais fácil persuadir um cliente em potencial a comprar de você.

Pode ser difícil para novos compradores justificar a compra de sua loja pelo preço total, especialmente quando você não tem uma reputação estabelecida ou avaliações anteriores de clientes. Oferecer alguns dos seus melhores produtos ou mais baratos com um desconto razoável pode ser um forte incentivo, reduzindo os riscos e incentivando os visitantes a lhe dar uma chance.

Apenas lembre-se de que, ao configurar descontos, você precisará levar em conta os custos de produção e envio e certificar-se de não estender seu orçamento em excesso e acabar com sua margem de lucro. Também é uma boa ideia criar vendas com limites de tempo, que joguem com o Fear Of Missing Out (FOMO), que é o medo de perder o produto pela escassez dos visitantes.

7. Simplifique o design do seu site

Ao simplificar o design do seu site, você pode tornar mais fácil para os compradores em potencial usarem seu site sem complicações. Esta é a chave para transformar visitantes interessados ​​em conversões no ecommerce (em outras palavras, suas primeiras vendas!).

Uma maneira de simplificar o design de seu site é reduzindo o número de produtos exibidos em suas páginas. Você deseja garantir que a interface do seu site não esteja desordenada e que o visitante não precise passar por muitos obstáculos para encontrar o que deseja. Esse é um dos motivos para ter uma barra de pesquisa proeminente e opções de menu claras para facilitar a navegação.

Você também vai querer usar muito espaço em branco para ajudar a concentrar a atenção dos visitantes em suas frases de chamadas (CTAs). Isso pode significar remover elementos que distraem e desnecessários e evitar a tentação de incluir muitas informações na página de cada produto.

Por fim, lembre-se de que os telefones celulares superam em muito os desktops e laptops para fazer compras online. Portanto, você deve garantir que sua loja seja totalmente responsiva e a experiência seja agradável no mobile.

8. Construa sua marca nas mídias sociais

Construir uma marca torna mais fácil para os clientes existentes permanecerem conectados. Também ajuda os clientes em potencial a encontrar e aprender sobre sua empresa e as pessoas por trás dela. Para isso, você precisa criar contas nas principais plataformas de mídia social, como Facebook, Twitter, Instagram e até mesmo TikTok.

Ao usar a mídia social, você pode atingir públicos que já estão usando essas plataformas. Você pode chamar a atenção deles e criar sentimentos positivos em relação à sua marca enquanto cria e compartilha conteúdo relevante (e envolvente).

Atrair um público por meio da mídia social é um tópico que vale a pena postar várias vezes. Em suma, você vai querer começar fazendo alguma pesquisa de público e decidindo em quais plataformas se concentrar. Então, você pode começar a compartilhar conteúdo e promover seus produtos, vinculando os seguidores de volta ao seu ecommerce.

Além disso, não se esqueça de que muitas plataformas de mídia social têm grupos formados em torno de interesses e tópicos específicos. Participar desses grupos pode ajudá-lo a se conectar com clientes em potencial relevantes e gerar interesse em sua banda. Um ótimo lugar para começar é inscrevendo-se e postando em grupos do Facebook que estão centrados em seu nicho ou indústria.

9. Mercado para clientes B2B

Uma forma alternativa de gerar sua primeira venda é vendendo para outras empresas, em vez de (ou junto com) diretamente para clientes individuais. Em última análise, seu objetivo é colocar seus produtos nas mãos dos compradores, sejam eles quem forem.

Isso pode ser feito através da venda para varejistas atacadistas, seja em nível local, nacional ou mesmo internacional. Vender para empresas pode não resultar em altas margens de lucro, mas é uma forma de apresentar seus produtos ao público consumidor certo. Depois de ter conhecimento da marca suficiente, você pode começar a segmentar os clientes diretamente.

10. Refine as descrições do seu produto

Você só fará uma venda se os visitantes do seu site compreenderem seus produtos e os benefícios que eles oferecem. Isso significa criar descrições de produtos claras e detalhadas. É importante incluir todos os detalhes e especificações relevantes, bem como imagens de alta qualidade e outras mídias.

Alguns usuários podem pesquisar produtos com antecedência e apenas visitar sua loja para fazer uma compra. No entanto, outros começarão a jornada de comprador em seu site e serão totalmente dependentes das informações que você fornecer.

Você deseja garantir que esses usuários possam aprender tudo o que precisam saber sobre seus produtos, sem ter que sair do site para encontrar mais informações. Para que isso aconteça, você vai querer descobrir quais perguntas seu público-alvo está fazendo e incluir esses detalhes para seus produtos.

11. Simplifique o seu processo de checkout

Você pode ter gerado interesse em seus produtos, mas as pessoas não estão comprando porque estão frustradas com seu processo de finalização da compra. Por esse motivo, você vai querer fazer tudo o que puder para reduzir o abandono do carrinho.

Se os usuários tiverem que criar uma conta ou forem forçados a responder a muitas perguntas durante a finalização da compra, eles podem decidir que não vale a pena continuar. Cada etapa adicional é uma chance para seus clientes mudarem de ideia sobre o acompanhamento de suas compras.

Uma etapa prática a ser tomada ao simplificar o processo de checkout é solicitar apenas informações essenciais, como detalhes de faturamento e envio. Você também pode incluir um indicador de progresso para que os clientes saibam o quão perto estão de terminar. Falamos em outro artigo aqui no blog, sobre como você pode ter estratégias para recuperar um carrinho abandonado também, outro problema de checkout nos ecommerces.

12. Participe de uma feira comercial

Obviamente, também existem maneiras de comercializar sua marca off-line, como participando de feiras de negócios e associações locais. Você provavelmente encontrará eventos regionais e nacionais relevantes para o seu nicho e público.

Nesses eventos, você conhecerá clientes individuais e fornecedores de atacado. Você pode despertar o interesse oferecendo amostras grátis, cupons exclusivos ou códigos promocionais para todos os visitantes que passarem por seu estande. Embora exija um pouco mais de trabalho do que algumas das outras opções desta lista, as feiras de negócios são uma excelente maneira de obter alguma exposição e começar a construir relacionamentos.

Obtenha essas vendas online

O lançamento de sua loja online é apenas o primeiro passo para iniciar um negócio digital. Conseguir sua primeira venda pode ser um verdadeiro desafio. No entanto, seguindo algumas etapas comprovadas, você pode começar sua loja de e-commerce com o pé direito.

Uma das melhores estratégias para obter essas vendas iniciais é colocar muito conteúdo de alta qualidade por aí, por meio de seu blog e perfis de mídia social.

Bônus: Você também pode investir em anúncios online para gerar resultados a curto e médio prazo. Você consegue analisar as métricas de ponta a ponta e segmentar os anúncios conforte sua necessidade e suas personas. Já falamos em outro artigo sobre como você pode alavancar sua empresa com anúncios pagos e também sobre como escolher os melhores canais para anunciar.

Se você tiver alguma dúvida, entre em contato conosco que teremos prazer em lhe responder e ajudar.
Conte conosco e vamos pra cima.

Outros artigos no blog

O ecommerce vai substituir o Varejo Físico?

O ecommerce vai substituir o Varejo Físico?

Grandes lojas estão fechando enquanto o comércio eletrônico prospera online. Você está preparado para as mudanças no varejo? Compras on-line x compras físicas O varejo online oferece aos consumidores uma solução conveniente e contemporânea para suas necessidades de...

ler mais
Em qual canal devo colocar meus Anúncios Pagos?

Em qual canal devo colocar meus Anúncios Pagos?

A medida que as plataformas de mídia social se tornam mais congestionadas, o alcance orgânico normalmente diminui. Os anúncios pagos nas mídias sociais ajudam você a atingir seu público-alvo diretamente. Pagar por anúncios também significa que você alcançará seu...

ler mais